Rumo ao sol da meia-noite

Quando fui para  a Islândia, voei de Londres, à noite. Já tinha ouvido falar do sol da meia-noite, mas nada te prepara para o assombro de decolar de Heathrow às 21h e poucos e ver, da janela, “o sol nascer”, mesmo sabendo que vai pousar em Keflavík depois das 23h:

No meio da viagem, o sol começa a "nascer"

É emocionante ver a ilha na chegada

Praias de lava

Keflavík, onde fica o aeroporto internacional da Islândia, está a mais ou menos uma hora de Reykjavík. No saguão do aeroporto você pode comprar o ticket de ônibus para a capital. Estes ônibus rodam até meia-noite. Então, se chegar neste voo que pousa às 23h e pouco, não perca muito tempo no aeroporto: corra para garantir seu lugar, porque a viagem de táxi é cara.

Quem quiser ter a visão das fotos acima, peça para sentar na janela do lado direito do avião. Do lado esquerdo você verá mais Atlântico do que ilha.

Em tempo: o sol da meia-noite é um fenômeno que acontece nos meses de verão (e fim de primavera e início de outono) da Escandinávia. Se você for para a Islândia no inverno, não terá mais do que seis horas de luz natural por dia.

Outra dica: voar para a Islândia pode ser caro, mas se você se cadastrar no site da Icelandair, recebe por e-mail alertas sobre promoções. Vale a pena. A redução na tarifa pode ser maior do que 50%.

Deixe um comentário

Arquivado em Aérea, Europa

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s