Turista no meio do furacão: o que fazer?

A temporada de furacões no Atlântico Norte, que este ano começou em 1º de junho e termina em 30 de novembro, está no auge. O furacão mais recente na região é o Karl, que ontem chegou ao porto de Veracruz, no México, uma área turística do país.

Muitas pessoas deixam de viajar para os locais mais sensíveis na temporada de furacão, o que é uma atitude sábia. Pode valer a pena se você quiser muito ter essa experiência radical. Mas também pode trazer muita preocupação e prejuízo.

Um exemplo: pelas regras da aviação comercial internacional, as empresas aéreas não são obrigadas a dar hospedagem e alimentação caso seu voo seja atrasado por um furacão. O entendimento é de que é um fator surpresa e incontrolável, que escapa da responsabilidade delas. Seus dias longe de casa podem ser, então, estendidos – sem que isso signifique banho de sol e férias dentro do orçamento.

O que fazer se um furacão chegar?
Os ministérios de turismo de países na rota de furacão avisam: se você é um turista e a tempestade chegar, pegue todas as informações no hotel onde está hospedado. Os gerentes são treinados pelas autoridades competentes sobre o que fazer. É importantíssimo que você se mantenha atualizado, sempre, usando a internet, vendo TV e perguntando na recepção.

Karl soprando no México

Se a situação piorar, saiba que o alerta de evacuação geralmente é dado com pelo menos 24 horas de antecedência. Os hóspedes têm que seguir as instruções dadas pela gerência. Se os turistas tiverem que ir para um abrigo público, pode haver restrição de bagagem: parte de suas malas podem ser deixadas no hotel. Não insista em levar tudo, se não for permitido. Em situações de emergência, a segurança pública vem em primeiro lugar, alertam os governos.

Casa alugada?
Se você estiver em uma casa alugada, verifique se ela tem um cômodo seguro, como um porão ou sótão. Peça para os vizinhos ou a Defesa Civil te ajudarem a avaliar se é seguro ficar na casa. Se for, tape todas as janelas de vidro com placas de madeira pregadas na parede. Assim que começarem a falar da possibilidade de furacão, faça um estoque de comida em lata ou em conserva, biscoitos e pães, muita água mineral, lanternas e pilhas. Tente carregar a bateria de aparelhos eletrônicos como celulares e computadores pelo máximo de tempo possível, para se manter informado e conseguir pedir socorro em caso de necessidade, sem precisar sair da casa.

Se a área onde você estiver for alagada, não entre na água. Não entre mesmo. Essa é uma das dicas mais importantes. Com a tempestade, postes podem ter caído e a fiação elétrica estará subemersa. O risco de morte por choque elétrico é real. Além disso, animais como cobras e crocodilos podem estar nadando, mesmo que seja raso. Fora de seu ambiente normal, eles estarão estressados, prontos para atacar.

Se muita água entrar na sua casa de repente, ameaçando sua segurança, tente subir para o telhado, levando comida, água potável, agasalhos e cobertores – mesmo que seja verão. Tenha a mão tecidos coloridos, para chamar a atenção de um helicóptero da Defesa Civil local que possa estar em busca de  vítimas.

1 comentário

Arquivado em América Central, América do Norte

Uma resposta para “Turista no meio do furacão: o que fazer?

  1. Amigo Blogueira, o “Persa Brasileiro na Provence” (www.naprovence.com) tem a informação que procura sobre o sul da França: sugestões de roteiros, dicas de passeios, receitas provençais, muitas fotos e textos que mostram o melhor da Provence, dos Alpes e da Côte d’Azur em português. Aguardo a sua visita, e caso lhe interesse, o seu link. Obrigada e um abraço!

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s