Iniciada no Rio temporada de cruzeiros marítimos da costa brasileira

Paulo Virgílio
Repórter da Agência Brasil

Rio de Janeiro – Começou hoje (7) a temporada de cruzeiros marítimos na costa brasileira, que terá o Porto do Rio como centro de operações de embarque e desembarque até o dia 27 de abril de 2011. Para marcar a inauguração, o navio MSC Armonia, com 2.890 turistas, foi recebido durante a manhã no Terminal de Passageiros do Píer Mauá, no centro do Rio, pela bateria da Escola de Samba Acadêmicos do Grande Rio, a Confraria do Garoto e o secretário municipal de Turismo, Antonio Pedro Figueira.

A expectativa da administração do Píer Mauá é que o terminal de passageiros receba 800 mil turistas nos sete meses de temporada, impulsionando a economia da cidade em U$$ 240 milhões, um crescimento de 16% em relação à temporada anterior. Estão previstas 255 atracações durante esse período, representando um recorde também nas atracações simultâneas, com até sete navios por dia. A administradora do píer informou que desde a primeira temporada, em 1998/99, houve um crescimento de 700% do segmento de cruzeiros marítimos.

Segundo o diretor de Operações do Píer Mauá, Américo Rocha, o porto carioca está no nível dos principais terminais do mundo. Ele informou que a revitalização dos armazéns é uma das maiores obras, e o contrato estabelecido com a Companhia Docas também prevê a manutenção do terminal de passageiros e outros empreendimentos para revitalizar o centro da cidade.

“A parte de terminal de passageiros e os armazéns usados para eventos e feiras vêm sendo equipados e ampliados a todo ano. Em relação à temporada passada, vamos ter em muito mais datas três navios ou mais durante a temporada, gerando um pouco mais de esforço por parte da empresa e dos nossos parceiros institucionais”, afirmou Rocha.

O diretor também destacou que, além da geração de receita e emprego, os cruzeiros marítimos têm o potencial de servir de atrativo, fazendo com que as pessoas retornem à cidade e usem outros meios de hospedagem. Ele observou que o centro do Rio é a “vedete” da administração atual. Rocha apontou a retirada do Elevado da Perimetral, autopista em frente ao Píer Mauá, como a obra mais emblemática e difícil. Sua previsão é que o elevado se torne um subterrâneo e seja criado um estacionamento no subsolo da Praça Mauá.

O presidente da RioTur e secretário municipal de Turismo, Antonio Pedro Figueira, informou que a cidade deve receber cerca de 1 milhão de turistas durante a temporada dos transatlânticos. Ele disse que a campanha Rio Total tem informado os turistas sobre as obras, que para ele são as mais importantes para o setor turístico da cidade.

“Já começaram as obras, é um processo lento, mas começa agora junto com a [alta] temporada, e a gente espera que ande o mais rápido possível para que a gente entregue o porto novinho para todos os turistas e toda a população do Rio de Janeiro. Temos diversas obras estruturais na cidade que precisavam, mas o porto é tem tudo a ver com o turismo da cidade”, destacou Figueira.

Um dos passageiros que desembarcou no primeiro transatlântico da temporada Wallace Palomo elogiou o serviço e disse ter passado muito bem os 17 dias entre Veneza, na Itália, e o Rio de Janeiro.

“Foi uma viagem muito bonita e tranquila, o atendimento e o divertimento muito bons. Estava tudo dentro do esperado, o serviço é de primeira. Tudo o que eu passei com a minha família nessa viagem valeu a pena”, disse o passageiro brasileiro.

Edição: Talita Cavalcante

Deixe um comentário

Arquivado em Brasil

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s