Confirmada greve dos aeroviários no dia 23

Alô, você que vai voar no feriado de Natal!

A presidente do Sindicato Nacional dos Aeroviários,  Selma Balbino, confirmou hoje, durante audiência pública da Comissão de Trabalho, Legislação e Seguridade Social da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), que a categoria entrará em greve em 23 de dezembro.

Segundo ela, o acordo que reivindicava um aumento de 15% no salário dos trabalhadores foi apresentado há 75 dias, mas, após cinco rodadas de negociação, o reajuste foi negado pelo sindicato patronal.

Hoje, 12,8% dos voos internacionais que partem do Brasil já estão com atraso, por causa das nevascas em boa parte da Europa.  E a situação só tende a piorar. Aqui, por conta da greve. Lá, porque as tempestades de inverno não vão embora nos próximos dias.

Passageiros cansados em Frankfurt

1 comentário

Arquivado em Aérea

O mercado de pulgas da Praça Hietalahti

Em Helsinque tem um ótimo mercado de comidas, o Hakaniemen Kauppahalli, mas é bem turístico. Eu já tinha tomado um bom café da manhã naquele domingo e estava completamente sem fome. Então, preferi ir no mercado de pulgas Hietalahti, na Praça Hietalahti, no fim da Bulevardi Kamppi. Se você for de bonde, pegue o 6. Eu fui caminhando mesmo, porque meu hotel ficava no começo da Bulevardi Kamppi e o dia estava ensolarado, lindo.

Mercado Hietalahti

Lá também tem um mercado de comidas (kauppahalli), mas não é tão turístico quanto o Hakaniemen. O forte de Hietalahti é todo tipo de objetos de decoração, brinquedos e roupas usadas e… telefones antiguinhos da Nokia! Essa foi a parte que mais gostei. Gadgets vintage. 🙂

Vai um café aí? (O mercado de comidas fica dentro do prédio ao fundo)

Celulares das antigas

Acho que esses bonecos são dos anos 70, né?

Roupas de segunda mão, com a arquitetura de Helsinque como moldura

Veja os horários de funcionamento do mercado:

Maio a agosto (verão):
Segunda a sexta: 8h às 14h e de 15h30 às 20h. Sábado: 8h às 15h. Domingo: 10h às 16h

Setembro a abril (inverno):
Segunda a sexta: 8h às 14h. Sábado: 8h às 15h. Domingo não funciona.

Deixe um comentário

Arquivado em Europa

Mau tempo deixa turistas retidos no sopé do Everest

Cerca de 2.000 turistas e seus carregadores estão há cinco dias retidos por causa do mau tempo em uma aldeia a 2.800 metros de altitude, no sopé do monte Everest.  Segundo a Reuters, eles estão em Lukla, principal acesso à montanha mais alta do mundo, no leste do Nepal, onde nuvens espessas e fortes ventos obrigaram as companhias aéreas a cancelarem seus voos para a região.

Bikram Neupane, chefe da Associação de Resgates no Himalaia, disse que todos os turistas estão a salvo. “Eles estão impossibilitados de pegarem os voos de volta para Kathmandu por causa do mau tempo”, explicou.

Lukla tem uma modesta pista de pouso encravada nas encostas montanhosas, onde pousam aviões de pequeno porte.

Mt. Everest

No outono – de setembro e novembro – há grande movimentação de montanhistas ocidentais no Nepal, que tem no turismo a origem de quase 4% do seu PIB.

2 Comentários

Arquivado em Ásia

A colonial San Cristobal de las Casas

Um dos tesouros do México, San Cristobal de las Casas é uma linda cidade colonial no estado de Chiapas, no Sul do país, fronteira com a Guatemala. A melhor coisa a se fazer lá é caminhar, caminhar e caminhar pelas ruazinhas e mercados, aproveitando que, por estar no alto de um vale, a cidade é muito mais fresquinha do que as outras cidades de Chiapas, como Palenque. No inverno, o termômetro pode chegar a 2ºC à noite.

Ruas coloniais

A temperatura amena dos 2.100 metros de altitude, aliás, é um alívio para quem chega do calorão úmido de mais de 40 graus de Palenque. À noite, quando o termômetro caiu para 10ºC (era início do outono), me deu vontade de sair de blusa de alcinha pelas ruas, só para celebrar.

Catedral de San Cristobal, protetor dos viajantes

A barroca igreja de Santo Domingo

Come-se bem em Chiapas. Há restaurantes de vários tipos de cozinha do mundo todo. Mas o melhor é o café: os grãos de Chiapas são especiais, por causa do clima. O café pode ser puro ou, para esquentar um pouco, eles colocam cravos, o que dá um gostinho mais picante. Delicioso.

A cidade é rodeada por dezenas de vilas dos povos indígenas Tzotzil e Tzeltal e é o coração de uma das regiões de maior tradição nativa do México. Chiapas é também o berço da guerrilha zapatista – o Exército Zapatista de Libertação Nacional – e, apesar de a luta armada estar suspensa, a influência de Comandante Marcos e seus homens não se perdeu. As feiras são cheias de camisas do EZLN e, para as crianças, tem bonequinhos guerrilheiros, feitos pelos indígenas.

Iconografia zapatista

A tradição é tão arraigada entre os povos de Chiapas, que até a famosa cow parade ganhou em San Cristobal de las Casas uma versão de jaguares – animal sagrado para os maias e outros nativos.

Revolución até no café

Atualmente, San Cristobal tem cerca de 200 mil habitantes e não é mais a capital de Chiapas. Mas vale muito mais a pena ser visitada do que a capital em si, Tuxtla Gutiérrez.

De ônibus
Eu cheguei em San Cristobal vinda de Palenque, que fica dentro da selva, nos pés do vale. A viagem de ônibus durou cerca de oito horas. São muitas curvas e muito morro para subir. Dependendo da época do ano, há pelo menos quatro saídas diárias de Palenque para San Cristobal. Eu peguei o ônibus da madrugada, o que menos parava pelo caminho. Em alguns horários a viagem pode demorar mais ainda.

2 Comentários

Arquivado em América do Norte

Bláa Lónið, uma Lagoa Azul melhor do que o filme da Sessão da Tarde

Para a maioria das pessoas, uma ida à Islândia não fica completa sem umas horinhas maravilhosamente gastas no spa geotermal Lagoa Azul (Blue Lagoon – ou Bláa Lónið, em islandês). Vale muito a pena. É uma lagoa rodeada de campos de lava, com a temperatura da água entre 37 e 39 Celsius. E dá para ir até no inverno, já que a água nunca fica gelada. Aliás, deve ser um visual maravilhoso ficar dentro d’água enquanto o ambiente ao redor está todo nevado…

Eu estou longe de ser a única que se encantou pela Lagoa Azul. Os leitores da prestigiada revista ‘Conde Nast Traveller’ votaram nela como o melhor spa médico do mundo. Sim, porque a água não é só quentinha e confortável. É cheia de minerais marinhos, microalgas verdes e, principalmente, lama de sílica – um mineral que faz muito bem à pele, principalmente às mais oleosas.

Blue Lagoon

Os 6 milhões de litros de água são completamente renovados a cada 40 horas e não há necessidade de tratar a água com cloro. Estudos mostram que as bactérias “normais” não sobrevivem nesse ambiente.

E como a água fica tão quentinha na Terra do Gelo? Vulcões, claro. Na Islândia eles são tão onipresentes quanto as geleiras. A lagoa é alimentada por um ecociclo natural e artificial.  A água do mar entra no subsolo a 2 mil metros de profundidade e é esquentada pela lava próxima. A esta profundidade, a água está a 240ºC, mas vai esfriando à medida que sobe para a superfície através de canais magmáticos, “capturando” os minerais presentes no caminho. Por isso a composição da água é tão singular.

Lava na lateral da lagoa

A lagoa toda tem 5 quilômetros quadrados, mas o spa aproveita 2,7 quilômetros quadrados. Dentro do prédio, as paredes são feitas com quase 70 mil pedaços de lava. Lindo.

De 1º de setembro a 31 de maio, na baixa temporada islandesa, o spa abre de todos os dias, de 10h às 20h. De 1º de junho a 31 de agosto, a altíssima temporada, abre de 9h às 21h. Não marque sua ida num horário que já esteja perto de fechar. As pessoas só podem ficar dentro da lagoa até 45 minutos antes do horário de fechamento do spa.

A água fica entre 317 e 39 graus

A Lagoa Azul fica a cerca de 50km de Reykajvík e a 25 km do aeroporto de Keflavík, de onde partem os voos internacionais. Por isso, é comum as pessoas deixarem a visita no spa como “a última lembrança” da Islândia. Saem de lá direto para o aeroporto. Eu preferi chegar lá no começo da tarde e ficar até quase na hora de fechar. Dediquei um domingo todo ao descanso, e foi ótimo, com direito a uns copos de cervaja Viking dentro da lagoa. 🙂 Se você estiver passando um fim de semana apenas em Reykjavík, ok se apressar na Lagoa Azul. Mas se tiver tempo, curta o spa.

Lá também tem uma loja que vende produtos feitos com a lama branca local. Eu comprei o sabonete de sílica, para pele oleosa, e adorei. O cheiro não é lá grandes coisas (não há adição de perfume), mas a pele fica ótima.

Ah! Capítulo banho: tem locker para deixar seus pertences e você pode alugar toalhas. Dentro do box, tem shampoo/sabonete líquido e condicionador de graça, também feitos de sílica. Mulheres, um aviso: por ser adstringente, a sílica na lagoa vai deixar seu cabelo ressecado. Duro até, nas primeiras 24 horas pós-banho. Não se desespere. Na segunda lavagem passa. Mas, se quiser, substitua o condicionador do spa pelo seu preferido. Ou não molhe o cabelo na lagoa… Mas aí você vai perder a ótima sensação de estar completamente submerso em água quentinha…

Como chegar
Não é difícil. Se você tiver alugado um carro, siga as placas desde a saída de Reykjavík. A estrada é muito bem sinalizada. Táxi é meio caro, porque as tarifas são altas e, afinal, são quase 50 km. Mas se quiser… os telefones são estes. O meio mais econômico e cômodo é comprar um tour. O ônibus te pega no seu hotel/albergue, te leva para o spa e depois te deixa de volta na porta do seu hotel/albergue. Molezinha. Todas as agências de Rekjavík têm, com várias combinações de passeio e horários.

Os tours de ônibus já têm a entrada incluída. Para quem vai de carro ou táxi, a entrada custa 28 euros para adultos. Menores de 13 anos entram de graça, quando acompanhados por um adulto. De 14 a 15 anos, pagam 7 euros – o mesmo preço para idosos acima de 67 anos.

Deixe um comentário

Arquivado em Europa

Barcelona vai limitar número de estátuas vivas nas ruas

A prefeitura de Barcelona decidiu limitar o número de estátuas humanas que se apresentam no distrito turístico de Ciutat Vella, onde fica a famosa rua La Rambla. Os artistas passarão por uma seleção e, a partir do ano que vem, só poderão atuar 15 estátuas humanas pela manhã e 15 pela tarde.

Também fica proibido o uso de animais, armas, máscaras, música e itens de mobiliário público, como bancos, pontos de ônibus e postes de iluminação.

A presidente da Associação Espanhola e Comunitária de Estátuas Vivas e Teatro, Paula Noviel, criticou a decisão, em entrevista à BBC:  “Ser uma estátua humana não é somente comprar uma fantasia e ficar quieto como muita gente acredita. É uma corrente artística que se chama ‘arte viva’ e cujos mestres foram Marcel Marceau e Étienne Decroux”.

“À margem do que é artístico ou não, porque há amadores com números muito bons, a rua é de todos, inclusive para um espetáculo medíocre”, acrescentou a atriz argentina Tania Met.

Londres e algumas cidades da Holanda e da França já limitaram o trabalho das estátuas vivas nas ruas: agora só pode no verão ou durante festividades.

Fonte: BBC

Deixe um comentário

Arquivado em Europa

Domingo de peguiça no Brique da Redenção

Foi um programa ótimo para um domingo nublado e um pouquinho (só um pouquinho) frio em Porto Alegre. O Brique da Rendenção é uma tradicional feira de artesanato e antiguidades montada no Parque Farroupilha, todos os domingos.

A entrada da feira, se é que feira tem entrada

Colares

Feirando

Hoje em dia são cerca de 180 tendas, que expõem artesanatos, antiguidades e artes plásticas. Os artesanatos são feitos em couro, prata, fios, madeira, resina, ferro, gesso, vidro e porcelana. De artes plásticas tem telas, caricaturas, xilogravuras e esculturas. Também tem umas barraquinhas com comidas rápidas, para matar a fome. Mas as mais interessantes mesmo são as de antiguidade: taças de cristal e outras utilidades de cozinha lindas e câmeras fotográficas antiguinhas que são um sonho. Além disso, é engraçado ver um modelo de telefone sem fio do início dos anos 90 ser vendido como “antiguidade”.

Quadros

Taças

Preciosidades para uns, velharia para outros

É um programa típico do portoalegrense. Tem muita gente passeando com seu cachorrinho, devidamente munido com a térmica e a cuia de chimarrão.

Passeio

A feira funciona de 9h às 17h. Fui pela manhã e imagino que seja mesmo o melhor horário.

1 comentário

Arquivado em Brasil